Cooperação entre Instituições de Ensino: dicas e benefícios!

Cooperação entre Instituições de Ensino

A missão de ensinar é sempre um desafio para as Instituições de Ensino (IE). Para que essa tarefa possa ser realizada com mais facilidade, qualidade e eficácia, uma oportunidade percebida no setor de educação atualmente é a cooperação entre Instituições de Ensino, sejam elas privadas ou públicas.

A colaboração entre as IEs pode trazer inúmeros benefícios, diretos e indiretos, a todos os envolvidos, iniciando pelo aumento da qualidade do ensino prestado aos estudantes, passando pela satisfação dos pais e responsáveis, chegando até ao reconhecimento da autoridade da Instituição de Ensino diante da comunidade.

Confira, neste post, dicas valiosas sobre como aplicar essa ideia em sua IE e conheça os benefícios!

Trace o perfil da sua Instituição de Ensino

A cooperação entre Instituições de Ensino é um meio para atingir resultados mais amplos ou mesmo conquistar outras perspectivas diante do mercado educacional. Por essa razão, antes de buscar uma parceria, é importante compreender todas as demandas da Instituição de Ensino.

O gestor da IE deve averiguar quais são os problemas que devem ser solucionados, analisar as prioridades e objetivos dos seus alunos, da comunidade acadêmica e também da comunidade externa de modo geral.

Cada gestor deve, ainda, compreender qual formato de parceria atende às exigências da IE naquele determinado momento e também a médio e longo prazo.

Sabendo o perfil da IE será mais fácil encontrar outras instituições com perfil e expectativas semelhantes para que uma rede de cooperação possa ser formada.

Busque por Instituições de Ensino com os mesmos objetivos

Para que a cooperação entre Instituições de Ensino dê certo, as IEs envolvidas devem compartilhar dos mesmos objetivos ou, do contrário, a parceria pode não trazer os benefícios esperados.

Entre os principais objetivos que as instituições desejam alcançar quando formam uma parceria estão a melhoria na qualidade de ensino, a capacitação contínua de seus profissionais e a redução de custos com aquisição de materiais. Porém, podem existir outros objetivos e eles devem ser bem alinhados entre as IEs.

Muitos dos objetivos buscados pelas IEs estão ligados diretamente às suas estratégias de negócio. Sendo assim, na cooperação entre Instituições de Ensino, cada IE deve deixar de enxergar a outra apenas como um concorrente e passar a enxergar também como um parceiro, tendo diálogo aberto sobre as estratégias de negócios que podem contribuir para o alcance do objetivo comum.

Acompanhe as próximas dicas e conheça os benefícios da cooperação entre Instituições de Ensino. Vamos lá!

Foque nos benefícios institucionais

As IEs que formam parcerias, convênios ou fazem parte de redes de cooperação com outras instituições buscam ter acesso à diversos benefícios de acordo com a estratégia definida entre elas. Elencamos aqui alguns dos benefícios institucionais:

  • diminuição de custos operacionais, pois as IEs podem oferecer cursos em conjunto, compartilhando a estrutura física e outros recursos;
  • redução de custos com aquisição de materiais, pois as IEs podem obter maiores descontos fazendo grandes compras com os mesmos fornecedores;
  • melhoria no processo de ensino e aprendizagem, através da troca de conhecimento, de cultura e da unificação de pesquisas entre as IEs;
  • barateamento dos custos com capacitação de professores e demais profissionais, através de formação coletiva contando com profissionais de todas as IEs envolvidas;
  • aumento da qualidade dos serviços prestados, proporcionado pela troca de informações estratégicas entre as IEs.

Tenha em mente os benefícios para alunos e responsáveis

Algumas opções de parceria contribuem muito para o crescimento e reconhecimento das IEs diante da comunidade. São parcerias formadas com empresas especializadas em algum setor, como música, informática ou língua estrangeira. Muitas empresas oferecem esses serviços em troca de publicidade dentro das Instituições de Ensino.

Uma outra opção está na parceria com investidores como, por exemplo, os patrocinadores de projetos de iniciação científica ou aqueles que investem no desenvolvimento de minicursos dentro da IE. Em troca, os patrocinadores pedem que seus nomes ou marcas sejam citados em campanhas e outros tipos de divulgação dos projetos.

Pensando em promover uma experiência positiva e atrativa para alunos e pais, os gestores das Instituições de Ensino podem buscar parcerias com empresas que forneçam serviços ou produtos com desconto ou por meio de convênios. Institutos especializados em esportes, como judô e futebol, podem ser uma ótima opção. Livrarias, por exemplo, são boas aliadas em programas de incentivo à leitura ou para a ampliação de conhecimentos específicos e desejáveis ao currículo do aluno.

Para as Instituições de Ensino, a parceria se transforma em um potencial de fidelização dos alunos, pais e responsáveis, já para a empresa parceira, a parceria é uma nova fonte de renda.

Não esqueça dos benefícios para a comunidade

Parceiros que trabalham em áreas de cunho social, como as voltadas à saúde ou ao bem-estar, podem ser ideais para Instituições de Ensino que visam a ampliação da consciência social de seus alunos.

As entidades parceiras podem oferecer palestras, oficinas e workshops para os alunos das Instituições de Ensino. As IEs podem disponibilizar aos seus estudantes algumas atividades extracurriculares em ações sociais e solidárias, aumentando o conhecimento prático do aluno em determinada disciplina e beneficiando toda a comunidade com atendimento de alta qualidade.

Agora que você já conhece todos os tipos de benefícios que a cooperação entre Instituições de Ensino pode proporcionar, confira a última dica!

Faça avaliações e dê retornos a todos os envolvidos

Ao final da parceria, é necessário que ambos os lados tenham encontrado benefícios durante o processo. Com uma avaliação constante é possível medir os resultados e alinhar metas para próximas oportunidades de cooperação.

Vale lembrar que alguns índices nacionais de avaliação podem ser usados pelas Instituições de Ensino para mensurar avanços no caso da qualidade do ensino e aprendizagem de temas específicos. Para melhorias que vão além desses métodos, é interessante a realização de pesquisas com professores, alunos, pais e também com a comunidade externa, buscando saber suas impressões.

Com essas dicas de cooperação entre Instituições de Ensino a IE pode proporcionar uma experiência muito mais prazerosa e de qualidade aos seus alunos. Compartilhe esse post em suas redes sociais e espalhe essa ideia na sua comunidade!

One thought on “Cooperação entre Instituições de Ensino: dicas e benefícios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *