Indicadores de Desempenho: não há sobrevida sem eles!

Indicadores de Desempenho: qual a importância para a sua IE?

Embora tenha as suas peculiaridades, a gestão de Instituições de Ensino não difere das outras áreas de negócio quando se trata de boas práticas de administração. Afinal, não importando a área de atuação, o gestor deve buscar constantemente maximizar o desempenho da sua empresa como forma de conquistar diferenciais competitivos. Boas práticas de administração, como é o caso da gestão baseada em Indicadores de Desempenho, permitem que se minimizem as decisões empíricas, ou seja, por tentativa e erro.

Indicador de Desempenho é um conceito que compõe o manual contemporâneo de boas práticas de administração e que deveria estar muito mais difundido entre os gestores de Instituições de Ensino. Grosso modo, a gestão baseada em Indicadores de Desempenho se caracteriza pela constante coleta de informações e pelo acompanhamento da performance das ações realizadas, objetivando melhorar a qualidade e a velocidade da tomada de decisão.

Neste post, vamos nos aprofundar um pouco mais na gestão baseada em Indicadores de Desempenho. Você vai conhecer os famosos KPIs (Key Perfomance Indicators) ou, em português, os Indicadores-chave de Desempenho. Vai saber as diferenças entre ferramentas de Business Ingelligence (BI) e Business Analytics (BA). E, finalmente, vai entender como aproveitar as oportunidades que se apresentam, neste momento, para o segmento educacional. Confira!

Afinal, o que são os Indicadores de Desempenho?

Os KPIs nada mais são do que indicadores que representam as métricas eleitas pela gestão como prioritárias para o monitoramento. Com os KPIs é possível acompanhar o desempenho e os resultados daquilo que a Instituição de Ensino entende como prioridade, dependendo dos objetivos e metas estabelecidos no planejamento estratégico.

O principal desafio da gestão é justamente compreender quais são as métricas que devem ser priorizadas e representadas pelos Indicadores de Desempenho, afinal, cada instituição tem as suas necessidades. É fundamental que, além de ajudarem a alcançar as metas e objetivos da empresa, os indicadores também sejam capazes de deixar a organização mais perto de sua visão, missão e dos seus valores.

Quais são os principais benefícios dos Indicadores de Desempenho?

Os Indicadores de Desempenho são capazes de mostrar ao gestor onde estão os principais problemas da IE, quais processos precisam de atenção, como está a evolução das operações e onde estão as principais oportunidades de ganhos e melhorias. Os indicadores contribuem no momento do gestor analisar o que fazer e o que não fazer, de acordo com as estratégias que estão ou não funcionando.

A seguir, pretendemos ilustrar os seus principais benefícios. Vamos conferir?

Tomada de decisão

É importante ressaltar que os Indicadores de Desempenho mudam completamente o perfil da gestão de um negócio. É possível sair da velha postura reativa, em que o gestor apenas toma decisões diante de novos problemas apresentados, para uma postura mais proativa, em que o controle sobre cada uma das ações é muito maior. Não se limitando a isso, com a utilização de ferramentas mais avançadas, ainda é possível criar cenários, realizar análises preditivas sob diferentes perspectivas e maximizar a precisão das decisões!

Superação de metas individuais e de cada célula de negócio

Os resultados de todos os setores da empresa também tendem a ser muito melhores, pois, utilizando Indicadores de Desempenho, pode-se estabelecer metas para cada área de negócio, medir e monitorar. Aliás, monitorar é uma ação que, por si só, já pode ajudar a Instituição de Ensino a ter ganhos expressivos de desempenho.

Utilizando-se outra forma de visão, os Indicadores de Desempenho podem ser classificados nos seguintes níveis: estratégicos, táticos e indicadores operacionais. Dessa forma, utilizando tanto a classificação por setor, quanto por níveis, obtém-se uma organização matricial. Uma célula dessa matriz contém os indicadores de um determinado setor relacionado a um determinado nível (estratégico, tático ou operacional). Sendo assim, cada perfil profissional de cada setor terá acesso aos Indicadores de Desempenho de sua competência e metas claras do que deve alcançar.

Superação de metas coletivas

Além dessa visão matricial, que deixa muito claras as metas por perfil profissional, é preciso considerar que as informações obtidas com os KPIs podem ser compartilhadas pelos setores da Instituição de Ensino. Essa visão compartilhada ajuda a criar um espírito coletivo na busca de alcançar e superar os objetivos globais por meio de cooperação pessoal e colaboração entre setores. Em outras palavras, é possível estimular o espírito coletivo e a sinergia para superação das metas institucionais.

Ferramentas para análise do negócio utilizando KPI

Atualmente existem várias ferramentas genéricas de Business Intelligence (BI) que podem facilitar a implantação da gestão baseada em Indicadores de Desempenho. Quando se diz que a ferramenta é genérica, na verdade, está-se querendo dizer que ela foi concebida para ser aplicada em qualquer segmento econômico.

Ferramenta genérica x Ferramenta especializada

Como já foi dito, existem excelentes ferramentas genéricas de BI. São ferramentas que se encontram há bastante tempo no mercado e possuem um bom nível de maturidade. Porém, por serem genéricas, essas ferramentas de BI necessitam de um longo ciclo de implantação e, via de regra, exigem um grande volume de horas de consultores especializados em BI e também de pessoal da área de Tecnologia da Informação (TI).

Já as ferramentas especializadas possuem como grande diferencial, trazerem embutidos os conhecimentos da área de negócio a que se destinam. Portanto, possuem um custo muito menor em horas de consultoria e de TI, além de apresentarem um retorno do investimento muito melhor.

Business Intelligence (BI) x Business Analytics (BA)

Simplificadamente, pode-se dizer que Business Analytics é uma evolução do conceito de Business Intelligence. Os dois possibilitam e facilitam a gestão utilizando Indicadores de Desempenho. Porém, o BA avança nas questões de análise preditiva por meio de algoritmos de aprendizagem de máquina, permitindo a descoberta de conhecimento ofuscado pela grande quantidade de informações geradas no dia-a-dia.

Melhor explicando, o BA permite, por exemplo, que se encontrem padrões de comportamento dos alunos que evadem. Utilizando-se algoritmos de descoberta de conhecimento aplicados aos questionários socioeconômicos dos alunos, somados a dados de desempenho acadêmico, frequência, inadimplência, turno e curso pode-se determinar o comportamento de quem evade. Esse conhecimento descoberto pode ser aplicado em análises preditivas de alta precisão para que medidas preventivas possam ser tomadas antes que a decisão de evasão ocorra.

Qual ferramenta escolher?

Para a utilização de gestão baseada em Indicadores de Desempenho, recomenda-se que a opção seja por uma ferramenta especializada, pelas razões já apresentadas. Além disso, deve-se buscar uma ferramenta que possua recursos de Business Analytics que, como já se viu, é uma evolução do conceito de BI.

A única ferramenta do mercado de Educação que possui essas características é o BA2Edu. Como o próprio nome leva a concluir, trata-se de uma ferramenta de Business Analytics volta para a área de Educação.

O BA2Edu reúne as famosas ferramentas de dashboard, monitoramento por Indicadores de Desempenho, proatividade e computação cognitiva, ou inteligência artificial, em uma única plataforma, especializada em Educação e pronta para usar. A plataforma possibilita o monitoramento dos indicadores em tempo real, maximizando a precisão nas tomadas de decisão e permitindo que o gestor, analisando os cenários, se antecipe aos acontecimentos futuros, sejam eles internos ou de mercado, que possam afetar diretamente a IE.

Além do gestor acessar uma plataforma robusta e fácil de usar, o BA2Edu já traz embutido um extenso conjunto de boas práticas de gestão de IE pré-configurados e prontos para utilizar. Além disso, o BA2Edu possui algoritmos de descoberta de conhecimento, neste artigo exemplificado com a descoberta do perfil do aluno que evade, para promover o diferencial competitivo da Instituição de Ensino.

Qual a importância para a IE?

O atual mercado educacional, com todas as movimentações de fusões e aquisições, somadas à consolidação de novos negócios, tal como a modalidade de EaD, vem se tornando um dos segmentos mais competitivos.

Sendo assim, soluções tecnológicas que auxiliem a gestão na tomada de decisão são imprescindíveis para que a IE possa adquirir mais inteligência no negócio e conseguir o diferencial competitivo que precisa para se destacar entre os concorrentes.

E é aqui que vai a principal informação desse artigo: poucas são as instituições que estão atentas para o potencial de uma ferramenta de Business Analytics. Se poucas estão atentas, um número ainda menor a utiliza. E, sem medo de errar, pode-se afirmar que as que utilizam, não o fazem na totalidade.

Business Analytics é a grande oportunidade que a sua Instituição de Ensino possui, neste momento, para promover o diferencial competitivo. Saia na frente! O que hoje é um diferencial enorme, logo vai se tornar necessidade. Antecipe-se!

Gostou das nossas dicas? Já utiliza os Indicadores de Desempenho na sua Instituição de Ensino? Quais foram os resultados? Compartilhe a sua opinião conosco!

4 thoughts on “Indicadores de Desempenho: não há sobrevida sem eles!

  1. Emerson Lisboa says:

    Trata-se de um tema de importância vital, como diz o próprio título.
    Parabéns pelo artigo.
    Solicitarei demonstração do BA2Edu.
    Obrigado pelas dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *