Migrar para a computação na nuvem: é realmente seguro?

Migrar para a computação na nuvem: é realmente seguro?

Gerir uma Instituição de Ensino não é uma tarefa fácil; requer muito aprendizado, experiência e espírito de liderança. Nesse contexto repleto de desafios, a migração para a computação na nuvem auxilia na administração, principalmente para organizar os processos internos, dados e arquivos importantes de alunos, a geração de boleto e até para acompanhar o desenvolvimento interno da instituição.

Por isso, no post de hoje, você vai conhecer mais sobre a computação na nuvem e como ela pode ajudar nos processos da instituição, apresentando riscos muito menores que outras soluções.

O antes e depois da computação na nuvem

A internet está mudando a maneira como conduzimos nossos negócios e interagimos como sociedade. Tradicionalmente, hardware e software estão totalmente contidos no computador de um usuário. Isso significa que você acessa seus dados e programas exclusivamente no seu próprio desktop físico, certo? Não mais.

A computação em nuvem permite que você acesse seus dados e programas fora do seu próprio ambiente de computação. Em vez de armazená-los em seu computador pessoal ou servidor, toda a informação é armazenada na “nuvem”. Isso pode incluir aplicações, bancos de dados, e-mail e serviços de arquivo.

As vantagens da computação na nuvem

Agora, sabendo explicitamente do que se trata o conceito de computação na nuvem, vamos conhecer os principais benefícios de migrar para esse formato!

1. Reduzir os custos de TI

Migrar para a computação em nuvem reduz o custo de gerenciamento e de seus sistemas de TI. Em vez de comprar sistemas e equipamentos caríssimos para a gestão da sua instituição, você minimiza gastos, utilizando os recursos do seu provedor de computação em nuvem.

Esse recurso é capaz de reduzir seus custos operacionais, porque, com ele:

  • Não é preciso pagar salários para especialistas;
  • Há diminuição de gastos com energia;
  • Aumenta sua organização.

Logo, é possível dizer que, para a sua instituição de ensino, a migração dos processos para a nuvem aumenta a produtividade e diminui sua mão de obra. Não só isso: ela também fornece maior organização para a instituição, porque os dados permanecem em um lugar mais seguro. Assim, há maior dinamicidade e eficiência nas operações internas.

2. Conquistar a escalabilidade

A sua instituição passa a contar com a escalabilidade da computação na nuvem. Isso quer dizer que é possível aumentar ou diminuir o espaço de armazenamento, conforme a necessidade, garantindo flexibilidade.

Isso ocorre justamente pelo fato de que a nuvem não é física, mas digital. Desse modo, ela não requer meio físico de armazenamento e tem um espaço amplo para se desenvolver.

Usando a nuvem, portanto, você libera o seu tempo para concentrar-se na gestão do seu negócio, direcionando seu foco para outras atividades importantes, como:

  • Aprimorar o atendimento aos pais;
  • Evitar a inadimplência;
  • Buscar a regulamentação do curso.

3. Garantir a continuidade dos negócios

Com a computação na nuvem, seus dados estão protegidos durante uma descarga elétrica, desastres naturais e panes no sistema, ou até mesmo hackeamento. Dessa forma, há garantia de continuidade dos negócios, sem preocupação com perda de dados ou arquivos corrompidos. Assim, não haverá inatividade ou danos às informações da IE.

Os dados permanecem acessíveis a qualquer hora e lugar. Além disso, a computação em nuvem é mais segura, pois protege os dados contra os ataques de hackers. É mais comum que criminosos roubem o computador da instituição do que a sua senha de login na nuvem.

Aliás, essa proteção contra perda de dados só existe graças à facilidade de backup automático garantido na nuvem que conta com a possibilidade, inclusive, de personalização ou conforme a quantidade de dados produzidos, como já citado.

4. Obter a eficiência na colaboração

Para gerir uma instituição de ensino, nem todas as responsabilidades e compromissos são mantidos por uma pessoa só; uma equipe ajuda a gerir melhor os processos e a hierarquizar as funções.

Com a computação na nuvem, há liberdade de compartilhar arquivos e dados, para que sejam editados por qualquer pessoa ou por colaboradores específicos da equipe, conforme o protocolo da IE.

Essa versatilidade de usos da nuvem traz novo sentido à colaboração no ambiente de trabalho; afinal, as pessoas envolvidas nem sequer precisam estar no mesmo lugar. Isso aumenta a produtividade e a eficiência.

Os registros contábeis, por exemplo, com suas situações financeiras específicas, podem ser construídos de forma colaborativa, melhorando a comunicação e a gestão da instituição.

Imagine que um professor deseje ver como estão as notas dos alunos ou a sua situação financeira. Ele obtém essas informações acessando a nuvem de qualquer lugar, totalmente diferente do que acontecia antes, quando seria necessário entrar no sistema da IE, pelo desktop localizado na própria instituição.

A facilidade, com a computação na nuvem, é muito maior. O próprio gestor, ou o líder, tem recursos para acessar dados de forma constante, melhorando o controle sobre a sua instituição, de forma geral.

5. Obter flexibilidade nas práticas de trabalho

Você está de férias e quer ver o trabalho de uma determinada equipe? Simples: se você precisa de acesso aos seus dados enquanto você está off-site, pode se conectar ao seu escritório virtual, rapidamente.

Assim, caso necessite falar com um pai de um aluno e apresentar alguns dados, tem condições de fazê-lo imediatamente. Se quiser fechar parcerias, basta acessar a nuvem e conversar sobre resultados e retorno do investimento. Tudo ao alcance de suas mãos: alterar, refazer, salvar e continuar todos os processos.

6. Simplificar acesso a atualizações automáticas

Com a computação na nuvem, você tem acesso a atualizações e upgrades dos principais softwares utilizados, como o Java, por exemplo. Logo, não é preciso gastar com a compra de novos programas. As últimas tecnologias são repassadas a seu sistema de forma imediata, melhorando o processamento do desktop, inclusive.

Essa vantagem é muito bem-vinda: por meio dela, todos os processos e seus respectivos acessos se mantêm 100% atualizados, evitando erros e sobrecargas no sistema.

Para a instituição de ensino, a agilidade e o dinamismo promovem uma gestão eficiente e inovadora!

A computação na nuvem proporciona maior liberdade e otimização de tempo, além de um ambiente seguro que mantém seus dados protegidos. O que você acha de migrar para a computação na nuvem na sua instituição de ensino? Se você gostou do post, siga-nos em nossas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *