Os 5 segredos do sucesso da Gestão Financeira escolar

Os 5 segredos do sucesso da Gestão Financeira escolar

Manter as finanças de uma Instituição de Ensino em dia é tão importante quanto acompanhar o desempenho acadêmico dos alunos. Realizar a gestão financeira escolar não é uma tarefa fácil, pois envolve uma série de variáveis e exige que os gestores tenham um planejamento estratégico muito bem-feito.

A gestão financeira escolar envolve todos os recursos necessários para manter a instituição e conseguir desenvolvê-la e aprimorá-la. Separamos 5 segredos para ajudá-lo a evitar alguns deslizes e conquistar sucesso na gestão da sua IE. Confira o post!

1. Defina prioridades

É fundamental que todos os diretores tenham uma visão ampla da Instituição de Ensino e assim consigam detectar os locais que precisam de maior atenção ou aperfeiçoamento. As prioridades podem ser desde a reforma da biblioteca, de laboratórios, até a contratação de um profissional capacitado para alguma área.

Para uma gestão eficaz é muito importante que o diretor conheça muito bem a IE para direcionar os recursos disponíveis para as prioridades.

2. Controle o fluxo de caixa

O objetivo do fluxo de caixa é auxiliar a administração do dinheiro da Instituição de Ensino, mantendo controle de todos os valores que entram e saem.

Além de ser uma ferramenta destinada à gestão financeira da IE, o fluxo de caixa possibilita o acompanhamento e planejamento financeiro anual, sendo também fundamental para a elaboração do orçamento para os próximos anos por meio de suas projeções.

3. Elabore um orçamento anual

Planejar um orçamento é a melhor forma de estimar recursos a serem arrecadados e fazer a previsão de gastos para o ano seguinte. Deve-se detalhar o plano de despesas e todos os custos da Instituição de Ensino durante o ano, inclusive deixando uma reserva financeira para qualquer imprevisto ou situação de emergência que possa ocorrer.

Para elaborar o orçamento do ano seguinte os gestores devem levar em consideração:

  • Todas as despesas atuais para manutenção da instituição.
  • Pagamento de salários de professores e funcionários.
  • Despesas referentes à compra de equipamentos, materiais e execução de obras ou reformas.
  • Reserva para imprevistos.

4. Identifique gastos desnecessários

Mesmo que a Instituição de Ensino possua um grande aporte financeiro é imprescindível que todos os gastos sejam sempre estudados e seja feita a verificação se podem ser reduzidos ou até mesmo cortados. Os gastos que podem ser eliminados devem ser frequentemente averiguados, para concluir qual será a melhor decisão a ser tomada.

Lembre-se de que quando a situação não é favorável as despesas podem comprometer bastante as finanças da IE, por isso é essencial que os gestores conheçam todos os gastos para saber onde é possível reduzir.

5. Utilize um software de gestão financeira escolar

Independentemente do tamanho da Instituição, para se ter uma gestão financeira eficaz é fundamental utilizar um software de gestão. Por meio dessa solução tecnológica é possível montar orçamentos mais sólidos, planejar a utilização de recursos, controlar todo o fluxo de caixa e aperfeiçoar os registros financeiros da instituição. O software também diminui erros, disponibiliza as informações em um só lugar, facilitando seu acesso e padronizando a forma de gerir os dados.

Administrar as finanças de uma Instituição de Ensino é sempre um desafio, mas utilizando nossas dicas ela pode se tornar mais fácil e prática, principalmente se for utilizado um ERP Acadêmico, ou seja, um Sistema Integrado de Gestão Empresarial especializado em Instituições de Ensino.

Agora que você já conhece 5 segredos para alcançar sucesso da gestão financeira escolar, siga nosso perfil no Twitter e fique por dentro de todas as novidades!

2 thoughts on “Os 5 segredos do sucesso da Gestão Financeira escolar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *